Cartão de Crédito, é um grande vilão?

No último post do blog, comentei sobre as várias oportunidades de crédito disponíveis e uma delas é o famoso cartão de crédito.

O cartão de crédito é talvez a forma mais fácil de se obter crédito. Seja o cartão do banco ou de outra instituição, como os cartões de loja, por exemplo, que geram descontos de 5% em suas compras se você gastar R$ 1000,00 reais na loja por semana.

Apesar de ser quase empurrado ao cliente, os cartões não são oferecidos por pura bondade, todos passam por uma análise de crédito antes de receber seu cartão, seja para definir o limite ou mesmo liberar sua utilização.

O ponto principal é: uma vez que você utiliza o cartão e acaba gastando mais do que podia os juros cobrados são altíssimos com taxas de mais de 150% ao ano. Devido a isso muita gente reclama do cartão e de suas taxas. Mas é possível observar que durantes as compras o cartão dificilmente pula da sua carteira e sai escolhendo aquele tênis novo, ou parcela um celular, pois ele achou que a prestação cabia em seu bolso. No fundo quem toma as decisões somos nós mesmos.

Não quero defender que as taxas cobradas no cartão de crédito não são abusivas, pelo contrário, acredito que se fossem mais baixas seria menor o índice de inadimplência e mais fácil de o cliente arcar com sua dívida, mas destaco a importância de se ter um controle sobre as finanças e consumir sempre conscientemente.

Já deixei minha crítica, então vamos pontuar alguns itens sobre este produto financeiro.

Acredito que o cartão de crédito pode ser um aliado, por isso vou elencar alguns pontos positivos:

Compras onde não há desconto à vista: se você tem o dinheiro, chorou e mesmo assim o produto não vai ter nem 5% de desconto, e o pagamento no cartão vai sair o mesmo preço, utilize o cartão;

Acumular Milhas: Se você viaja bastante, e seu cartão tem um bom plano de milhas, vale a pena pagar suas contas por ali, lembrando que para quem paga a fatura em dia, não há juros, ou seja, você paga o mesmo preço e ainda ganha o bônus em milhas;

Concentrar pagamentos: aqui entra a regra do desconto também, caso você possa pagar menos utilizando débito ou dinheiro faça isso, contudo o cartão de crédito é uma forma de você concentrar seus pagamentos em uma mesma data, e nesse meio tempo fazer seu dinheiro trabalhar para você;

Evitar uso de dinheiro: andar com muito dinheiro é sempre perigoso, nesse ponto o cartão acaba sendo uma boa opção para evitar algum furto, porém, nesse caso prefira sempre o cartão de débito, ou siga as dicas anteriores;

Uma outra dica é utilizar cartões de créditos que não cobrem anuidade, um bom exemplo é o Nubank, além disso existem diversos bancos que oferecem essa mesma oportunidade.

Em resumo, o cartão de crédito pode ser tanto um amigo como um inimigo, quem vai definir isso é você mesmo, usando com cuidado, e evitando as compras por impulso o cartão pode ser uma ótima ferramenta, tanto para controle de despesas como para acumulo de bônus além de facilitar compras internacionais.

Por último, se você tem uma dívida muito grande no seu cartão e já virou uma bola de neve, busque conversar com seu gerente e analise outras opções para quitá-la, uma dica interessante é utilizar um empréstimo pessoal que possui juros mais baixos e permite eliminar de vez a dívida do cartão. Vou comentar mais sobre isso no próximo post.

Obrigado a todos e até a próxima.

 

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s