Investir x Quitar Dívidas

Fala pessoal,

Alguns dias atrás estive conversando com um grande amigo meu, e surgiu esse assunto, o que seria mais vantajoso: investir ou quitar uma dívida? Na hora ele comentou que já tinha feito os cálculos e que o melhor para ele seria quitar o financiamento naquele momento, porém continuamos conversando e decidi roubar a ideia e trazer para o blog.

Então, será que vale a pena usar um dinheiro acumulado para quitar uma dívida?

Sim, no geral, ou em 99% dos casos quitar sua dívida ou financiamento vai ser mais vantajoso do que manter o dinheiro em um investimento, por melhor que seja a taxa de retorno, isso porque a taxa paga no seu empréstimo vai ser muito maior que o seu retorno, salvo casos de financiamento imobiliário com taxas muito baixas (algo bem raro).

Veja, por mais que o valor aplicado seja alto, ou que você aplique em renda variável onde o retorno pode superar facilmente 1% ao mês, é muito difícil você ter um desempenho constante com essa taxa ou ter uma aplicação em renda fixa que supere uma taxa de juros de um empréstimo, ou seja, não vale a pena pagar 1,5% enquanto ganha 0,8%, independente do valor da parcela.

Financeiramente não faz sentido, você acaba perdendo dinheiro.

Os únicos casos em que vale à pena manter seu investimento são aqueles onde o empréstimo cobra menos juros que o rendimento de sua aplicação financeira, pode acontecer em financiamento imobiliário, por exemplo, onde o juros cobrado é mais baixo.

E porque é tão difícil tomar essa decisão?

Foi esse o ponto que discuti com meu amigo, para ele foi muito fácil tomar sua decisão pois analisou o lado racional, viu o quanto uma aplicação lhe renderia e comparou com a taxa de juros que estava pagando, então não teve dúvida sobre a vantagem em quitar o financiamento.

O grande problema é enxergar a situação somente pelo lado racional, muitas vezes passamos meses e até alguns anos juntando uma graninha, foram vários os sacrifícios que tiveram de ser feitos para poupar aquele valor, e pensar na possibilidade de gastar todo aquele dinheiro de uma vez para pagar juros do seu empréstimo pode ser muito difícil por mais certo que isso seja, o lado emocional é mais forte.

A solução é simples, porém é difícil abrir mão de um valor acumulado de uma hora para outra, isso ocorre até mesmo ao fazer um investimento onde o seu dinheiro vai ficar travado durante alguns anos, a sensação é quase a mesma, apesar de que a noção de perda é menor.

Devo sempre quitar minha dívida então?

Analisando somente pelo lado racional e financeiro, sim. Contudo você deve se sentir bem com a situação. Dois pontos devem ser analisados. Usando aquele recurso você vai ficar totalmente livre da dívida? É possível reduzir o montante devido já que vai pagar tudo de uma vez?

Sempre que for quitar uma dívida, negocie o montante, e se não tiver o recurso total para abater todas as parcelas tenha cuidado para não deixar os juros gerarem uma bola de neve novamente, isso acontece principalmente em dívidas de cartão ou cheque especial.

Por último e não menos importante, evite criar dívidas e sempre que possível compre seus bens à vista, até mesmo a casa ou apartamento, por mais doido que possa parecer vale a pena. As vezes esperar um pouco lhe a ajuda a pagar um valor menor pelo bem e enriquece um pouco menos o banco.

Por hoje é isso, até mais.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s