Equilibrando sua Carteira de Investimentos

Existe uma regra de quanto devo utilizar de renda fixa ou renda variável em meus investimentos?

Olá pessoal,

No post de hoje quero comentar sobre o equilíbrio da sua carteira de investimentos, e quanto ao percentual ideal que deve ser distribuído entre renda fixa e renda variável. Lembrando que isso não é uma regra, tudo vai depender de seu perfil de risco e de seus conhecimentos e experiências com cada tipo de ativo.

A ideia é dar algumas sugestões desenvolvidas por pessoas ainda mais sábias, cujo o conhecimento eu trouxe para o blog.

De início se procuramos por algo do tipo, iremos encontrar a regra dos 100. Ela diz o seguinte: você deve subtrair a sua idade de 100 e o resultado será o limite máximo de renda variável que você pode ter em sua carteira. No meu caso, por exemplo, 100 -25 = 75. Então eu poderia ter até 75% da minha carteira de investimentos em renda varável.

O grande problema é que essa regra não leva em consideração nosso perfil de risco, não pergunta se já temos nossa reserva de emergência concluída, e além disso ela foi desenvolvida para o mercado americano, onde a realidade referente a risco e liquidez dos ativos é diferente.

Há a adaptação para o Brasil como regra dos 80, a ideia é a mesma, e os problemas também.

O que fazer então?

Primeiro de tudo, conheça seu perfil de risco, há um post aqui no blog que trata do assunto, mas vale a pena pesquisar mais sobre o tema, é importante se conhecer antes de mais nada.

Segundo passo, sua reserva de emergência já esta pronta? Mesmo que você tenha o emprego mais estável do mundo, tenha conhecimentos suficientes sobre ativos de renda fixa e renda variável, você deve ter em mente que antes de investir a médio e longo prazo você deve primeiro montar sua reserva.

Terceiro, entenda que renda variável é um investimento para longo prazo, a não ser que você trabalhe com trading de ativos, seus investimentos desse tipo devem condizer com objetivos de horizontes mais longos. Isso ocorre porque a possibilidade de resultado pode ser melhor, e se a análise foi bem-feita ela provavelmente será, contudo se há um prazo definido para seu objetivo, principalmente de curto prazo, você pode acabar com uma surpresa desagradável no momento do resgate.

Qual o percentual ideal?

Eu sou suspeito para falar disso pois me considero um investidor bastante moderado, mais conservador até.

Minha dica seria não ultrapassar os 50% em renda variável, principalmente se tratando do nosso país onde ainda há pouco conhecimento sobre o assunto e muitas oscilações de mercado.

Claro, se você entende seus objetivos, tem uma reserva pronta e possui um perfil arrojado, nada impede que você aporte mais de 50% do seu patrimônio na renda variável, basta conhecer bem sua estratégia.

A ideia principal é que mesmo com variações negativas, quem começa a investir cedo tem tempo para recuperar as perdas que podem ocorrer no início dos seus investimentos, e ainda vai aprendendo com o tempo o que deve evitar. A experiência lhe deixa mais forte.

Balanceamento da carteira

Aprendi sobre esse tema em um curso online que fiz há alguns anos, e ajuda muito a desenvolver estratégias para investimentos. O curso existe até hoje, é pago, mas vale muito a pena, quem quiser informações deixe um comentário.

A ideia é que você defina um percentual que lhe agrade, respeitando seu perfil de risco, vamos supor então que a escolha foi entre 80% de renda fixa e 20% de renda variável.

O balanceamento consiste em fazer uma revisão de sua carteira mensalmente ou duas vezes no ano, buscando sempre esse equilíbrio. Então, sempre que fizer um novo aporte você vai observar o valor total de seus investimentos e direcionar o aporte onde há desequilíbrio.

Exemplo: R$ 50.000 em investimentos sendo 40.000 em RF e 10.000 em RV.

Seis meses depois: RF = 41.200 e RV = 9.500. O aporte nesse caso seria direcionado a renda variável, buscando o equilíbrio novamente.

Caso haja um ganho elevado na renda variável você pode resgatar uma parte ou ir fazendo os novos aportes apenas em renda fixa. A ideia é ter sempre a carteira equilibrada.

É isso por hoje pessoal, espero ter contribuído mais uma vez.

Até mais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s